Nunca esqueçamos do heroísmo

Nas redes sociais encontrei este post sobre um ato heroico cometido em 2015. Em meio a tanto mal é sempre possível fazer o bem.

***

Hoje faz dois anos do surgimento e morte de um herói brasileiro que nunca esquecerei. Francisco Erasmo Rodrigues de Lima, pai de 4 filhos, pedreiro, ex-presidiário, alcoólatra, divorciado e morador de rua. Foi morto em 04 de setembro de 2015 nas escadarias da Catedral da Sé.

Uma senhora, que rezava na Igreja, acabou sendo feita de refém por um criminoso foragido. Francisco sabia o que devia ser feito e não hesitou em seu medo: prendeu o último cigarro firme nos lábios e se jogou contra o bandido. Libertou a mulher e foi morto a tiros.

Homens assistiam o episódio, trabalhadores honestos filmavam com o celular, mas só Francisco, um mendigo ex-presidiário, foi a mão estendida que salvou aquela pessoa da injustiça. A virtuosa bravura veio de onde nenhum de nós esperava.

Chico foi um herói solitário na era pós-católica do caos, uma época onde ninguém mais espera que homens sejam realmente grandes sobre a Terra. Justamente por isso a sua história nos comove e nos enche com a esperança de sermos melhores.

Sua vida não foi um bom exemplo para ninguém, mas ele soube morrer como um herói e sua morte se tornou exemplo para todos os homens.

“Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a sua vida por seus amigos.”

Pedro Ferraz

 

Lourival Souza é presidente do Instituto Expresso Liberdade, colaborador da Associação Cultural São Thomas More, graduado em gestão financeira, tem experiência no mercado de investimentos e educação, é mestrando em Economia Política pelo Swiss Management Center e ex-presidente da Federação Maranhense de Empresas Juniores.

Comments

comments

Lourival Souza

Lourival Souza é presidente do Instituto Expresso Liberdade, colaborador da Associação Cultural São Thomas More, graduado em gestão financeira, tem experiência no mercado de investimentos e educação, é mestrando em Economia Política pelo Swiss Management Center e ex-presidente da Federação Maranhense de Empresas Juniores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas